quinta-feira, 30 de novembro de 2023

Meditação para o Advento - 2023

A realidade é que boa parte das pessoas criaram seus jesuses, suas igrejas e suas doutrinas porque não se veem ligados a nada que possa “proibi-las” de fazer algo.

Hoje, a retórica do tudo posso porque sou livre para fazer o que eu quero, contrasta com a palavra de São Paulo aos Coríntios “Tudo me é permitido, mas nem tudo me convém” (1 Cor 6,12).

Para as pessoas que vivem essa perspectiva da liberdade sem consequências essa sentença de São Paulo soa como uma proibição e assim, vinculada a uma religião, pesa como uma maldição quem a recusa a praticar.

Toda e qualquer doutrina que se “opõe” a vida de ampla liberdade para dar saída aos instintos é uma abominação; isso quando essa ou aquela religião não viram chacota.

Como você pode imaginar, a maioria das pessoas que se desligaram de uma religião ou a vivem da forma que acham que devem viver, olham somente a banda podre, ou seja, o que acontece de ruim nesta ou naquela religião para justificarem suas escolhas de não possuírem quaisquer vínculos com elas.

Bem, de fato não podemos deixar de fazer uma mea culpa por não estarmos dando
exemplos de santidade em muitos momentos.

Dito isso, como inverter essa realidade? 

Dizer realmente que, no nosso caso, a Igreja Católica Apostólica Romana é uma religião de liberdade e não um conjunto de regras de proibição

A propósito, talvez seja uma boa meditação para esse Advento.


Destaque

Imaculado Coração de Maria

O Imaculado Coração de Maria é uma devoção católica que se concentra no coração físico e espiritual da Virgem Maria como símbolo de seu amor...